O jornalista Ivan Sebben comentou esta semana a relação entre ouvir nãos e o amadurecimento profissional.
Este é um assunto daqueles dos quais é mais fácil falar do que sentir na pele.
Receber uma negativa não é agradável, mas faz parte da vida e principalmente da evolução.
A coach Adriana Ferrareto me explicava outro dia a importância do cosmos e do caos. Cosmos são os períodos de paz e tranquilidade (de que tanto gostamos). Caos são os difíceis, mas cheios de efervescência criativa; é quando damos a volta por cima e evoluímos.
Na prática, não é fácil. E para evitar correr o risco da rejeição muitos impõem a si dois comportamentos diversos: o perfeccionismo ou a paralisia. Neste último, nem tentam por medo do não.
Arriscar é jogar para ganhar ou perder. Perdendo, ainda temos a chance de partir para planos B ou C muito mais interessantes. Tentar é muito mais legal do que ficar de braços cruzados esperando que vida nos leve a qualquer direção. Foco. E que venham os nãos.

Anúncios