Se o dia mal começou e você já está em contagem regressiva para sexta-feira, pense bem: essa não precisa ser a sua rotina.

A falta de motivação para o trabalho indica que algo precisa ser mudado. Se é o seu caso, comece hoje a agir.

1º passo: Identificação
– o domingo já não é um dia tão bom porque antecipa a segunda-feira; a vinheta do Fantástico lhe dá angústia;
– as horas durante o trabalho demoram mais a passar, enquanto o almoço e os intervalos voam;
– as férias parecem um paraíso distante; o fim delas causa boa dose de depressão;
– você se sente fora da sintonia dos colegas;
– fica sem energia, apático ou com necessidade de fuga ao final do dia;
– quando sai para se divertir, passa a noite reclamando do trabalho;
– saber que vai ter de trabalhar num fim de semana ou feriado lhe dá vontade de pedir demissão;
– você não vê a hora de parar de trabalhar;

Se você se identificou com muitos ou com todos os tópicos, é hora de mudar.

2º passo: Diagnóstico
É preciso saber se o problema está na empresa, nos seus superiores, colegas, na função que você desempenha… ou em você.

despertador antigoSe você sempre gostou do que faz, mas ultimamente está se sentindo desmotivado, pode ser algo pontual (como algum desentendimento) ou então uma questão mais forte (como os valores da empresa que não batem com os seus).
Agora, se você já passou por diversos empregos e sente que cada um deles tem prazo de validade, é momento de repensar a carreira.

Qualquer uma das situações pede mudança, seja de postura, função, empresa ou de vida.
Remonte a sua trajetória e identifique o que mais lhe traz satisfação e autodesenvolvimento; aquilo que dá vontade de construir ou de fazer parte. Mas como começar a mudança? Na semana que vem, a gente trata disso.

Anúncios