Segundo Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York

1. Conhecer bem aquilo em que você acredita
Para ser um líder efetivo, suas ideias a respeito de metas, objetivos e valores precisam ser fortes e claras, de modo que acontecimentos e influências externas não consigam desviá-lo do caminho.

2. Ser otimista
Quem quer conviver com alguém notadamente pessimista?
É preciso que o líder sempre procure ver o lado positivo das coisas para poder contaminar seus liderados com essa positividade.

3. Coragem
É tipicamente mal compreendida pelas pessoas. Muitos pensam que coragem é a ausência do medo. Coragem é a administração do medo. Pessoas corajosas usam o medo como fator de motivação para que busquem continuamente a melhoria de sua própria performance. Lidar com o novo é sempre um risco. O líder competente usa o medo do risco para administrar as contingências e tornar a situação mais gerenciável.

4. Planejamento contínuo
A tese é: se você está preparado para o pior, será mais fácil administrar/ solucionar o inesperado.

5. Trabalhar em equipe
Acreditando que pode fazer tudo sozinho, você fatalmente acabará sozinho. É muito importante que o líder conheça as suas próprias forças e fraquezas para que possa montar equipes que possuam competências complementares às suas.

6. Comunicação
Para se tornar um melhor comunicador, Giuliani dá uma receita simples: seguir os cinco primeiros princípios. Contudo, o planejamento contínuo é considerado crucial para garantir a qualidade da comunicação. A tese de Giuliani é que a comunicação é o somatório de informação e emoção. Se as coisas não correm conforme o planejado, é preciso manter as pessoas informadas sobre o que está acontecendo exatamente. Isso aumentará a credibilidade do líder perante seus liderados.

*Este texto me foi apresentando pela brilhante professora da FGV Celisa Gonçalves.

Anúncios