pedrinhas e montanhas
Hoje de manhã, li um texto que certamente vai mudar a minha semana. E não poderia deixar de compartilhar com vocês.

É uma historinha chamada “Esperança e Mudança” e fala da importância de a gente seguir, mesmo quando as coisas não estejam um mar de rosas.

Todos nós somos influenciados por pensamentos positivos e negativos, por momentos de segurança e ansiedade; memórias boas e dolorosas.

Quando nos agarramos aos aspectos positivos, seguimos em frente com facilidade. Os ruins, no entanto, costumam ser tão valorizados por nós a ponto de nos frear – e, em determinadas situações, até retrocedemos.

A conclusão desse texto é simples: os sentimentos ruins também fazem parte do caminho, assim como os bons. Devemos entender que temos ansiedade, por exemplo, mas não somos a ansiedade. Ou seja, ela é um dos ingredientes que farão parte da nossa caminhada. E só. Não precisamos ignorá-los, muito menos sobrevalorizá-los.

Devemos encarar esses sentimentos assim como as pedras de uma estrada em nossa caminhada. Sabemos que elas atrapalham um pouco, mas fazem parte de um cenário muito mais vasto para nos focarmos apenas em detalhes.

Respire fundo e contemple a paisagem.

Anúncios