Na semana passada, participei de um curso surpreendente. Meu objetivo era aprender hipnose clássica e ericksoniana e ter mais ferramentas para o meu trabalho. Mas saí de lá com muito mais. Tive uma lição sobre medos e felicidade que se resume bem neste presente de Nelson Mandela:

“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes. Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida.
É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
Nos perguntamos: ‘Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?’
Na verdade, quem é você para não ser tudo isso? … Bancar o pequeno não ajuda o mundo.
Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente, damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo” (Discurso de posse, 1994).

Agradeço ao Nicolai Cursino. Pela mensagem e pela sensibilidade com a qual nos conduziu.

Anúncios